22 de julho de 2010

10 MITOS SOBRE EMERGÊNCIAS

1- A ambulância chegará num minuto.
Não, isto não funciona assim. Na Inglaterra, por exemplo, o tempo de resposta para situações de emergência é de 8 minutos e apenas para 75% de todos os incidentes. Tempo suficiente para que a vítima, dependendo da gravidade da situação, acabe morrendo.

2- É melhor não fazer nada par não piorar a situação.
Se alguém está sangrando e você não fizer nada, a pessoa pode perder muito sangue e morrer. Se alguém está inconsciente e não estiver respirando e você não fizer nada, a pessoa pode continuar nesse estado e acabar morrendo.

3- Caso haja um sangramento pelo nariz, é preciso inclinar a cabeça para trás.
Este deve ser um dos maiores mitos nesta área. A verdade é que esta ação pode fazer com que o sangue desça para a garganta e cause náuseas e vómitos. Em vez disso, incline a cabeça para frente, aperte as narinas e respire pela boca. Se a hemorragia não cessar dentro de 30 minutos, vá ao hospital.

4- Vítimas de ataque cardíaco devem deitar-se, em vez de se sentarem.
Errado. A posição semi-sentada com os joelhos dobrados e cabeça e os ombros apoiados é a melhor para a pessoa respirar.

5- Se um braço ou uma perna está sangrando muito, você deve amarrar um torniquete apertado em volta do ferimento.
Errado. Em vez disso, deve-se utilizar um curativo para fazer pressão sobre a ferida e elevar o membro ferido.

6- Se uma criança beber água sanitária, faça-a vomitar.
Isso pode causar mais danos quando o vómito sai do corpo. Nestas situações deve ligar para a emergência e dar à criança leite frio ou água, caso tenham os lábios queimados de substâncias corrosivas.

7- Você nunca deve mover alguém depois de um acidente de trânsito, mesmo se a vítima não estiver respirando.
Mesmo com lesões na coluna vertebral, é mais importante certificar-se de que a pessoa está respirando. Deve-se inclinar a cabeça da vítima, levantando o seu queixo.

8- Se alguém está sufocado com um objeto estranho, vai gostar de um par de dedos garganta adentro.
Na realidade, isso pode empurrar ainda mais para baixo o objeto. Em vez disso, bata com firmeza no meio das costas.

9- Se alguém estiver sofrendo um ataque epilético, deve-se colocar algo na sua boca – uma colher, talvez.
A ideia é evitar que o indivíduo morda a língua, mas se colocar uma colher na sua boca, a vítima estará mais propensa a partir os dentes ou o próprio objeto e, em seguida engasgar-se com os pedaços. A melhor coisa a fazer é amortecer a área com algo mole, como um casaco ou um cobertor.

10- Se alguém se sente fraco, deve-se colocar sua cabeça entre as pernas.
Não. A pessoa pode cair para frente. Em vez disso, deite a pessoa e levante as suas pernas.

LEMBRE-SE, SALVAR VIDAS É UM DEVER DE TODOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário