22 de julho de 2010

SUZANE NO SEMI ABERTO

Nesta quinta-feira (22), faz quatro anos que Suzane Von Richthofen foi condenada pela morte dos pais, Marísia e Manfred von Richthofen. Além dela foram condenados pelo crime os irmãos Daniel e Cristian Cravinhos.

O advogado da jovem, Denivaldo Barni, disse acreditar que vai conseguir para sua cliente a progressão para o regime semiaberto até o final deste ano. Segundo Barni, Suzane está ansiosa. Ela está presa desde 2002, quando o crime ocorreu. Desde então, ela passou por diversas unidades prisionais e agora está no presídio feminino de Tremembé, a 147 km de São Paulo - mesmo local onde está presa a madrasta da menina Isabella Nardoni, Anna Carolina Jatobá.

Suzane foi condenada a 39 anos e seis meses de prisão. A mesma pena foi dada ao namorado dela na época, Daniel Cravinhos, que também participou do crime. O irmão de Daniel, Cristian, pegou pena de 38 anos e seis meses.

Suzane já cumpriu mais de um quinto da pena e, pela lei, ela tem direito ao semiaberto após ficar um sexto do tempo da sentença presa.

O casal Manfred e Marísia Marísia von Richthofen foi morto a pauladas na casa onde morava no Brooklin, na zona sul de São Paulo, na noite de 31 de outubro de 2002. Alguns dias depois, a filha do casal, o namorado dela e o irmão dele confessaram o crime. Suzane Richthofen, Daniel e Cristian Cravinhos foram presos e disseram à polícia que mataram o engenheiro e a psiquiatra porque eles tinham proibido o namoro de Suzane e Daniel. A polícia afirma que o crime ocorreu por causa da herança que os Richthofen deixariam para a filha.

PESSOAL, GRAVEM BEM O ROSTO DA MOCINHA E CUIDADO COM AS PAQUERAS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário