6 de agosto de 2010

100 ANOS DE ADONIRAN BARBOSA

Filho de imigrantes italianos, Adoniran Barbosa nasceu em Valinhos em 1910. Batizado com o nome de João Rubinato, o cantor e compositor era o mais novo de 7 filhos.

Desde cedo, trabalhou com o pai na São Paulo Railway, no interior. Quando a família se mudou para a capital paulista em 1932, Adoniran arranjou emprego em uma loja de tecidos na 25 de Março.

A primeira tentativa no cenário da música ocorreu em 1934, quando ele participou de um concurso de calouros da Rádio Cruzeiro do Sul. Ainda na década de 30, João Rubinato abandonou o nome de batismo e se tornou Adoniran Barbosa (inspirado em seus ídolos Adoniran Alves e Luiz Barbosa).

As composições de Adoniran Barbosa somente ganharam notoriedade na década de 50, quando a canção "Saudosa Maloca" foi gravada pelo grupo Demônios da Garoa. Além da música, Adoniran trabalhou em programas de Rádio, fazendo fama com o personagem "Charutinho", além de participar de alguns filmes.

Mas, o seu maior sucesso foi, sem dúvida, "Trem das Onze", onde o compositor homenageava o bairro paulistano do Jaçanã.


Depois de 30 anos de sucesso, o cantor morreu em 1983, aos 73 anos de idade.

Em homenagem ao centenário, o Centro Cultural São Paulo, programou um evento concebido por Thiago Marques Luiz, no qual reúne composições de Adoniran Barbosa.

100 Anos de Adoniran Barbosa - MPB

De 07/08 a 29/08 - Sab e Dom
Horário: sab, às 19h; dom, às 18h
Gratuito

Centro Cultural São Paulo - CCSP
R. Vergueiro - 1.000
Paraíso
Fone: 3397-4002

No palco, a cada semana, nomes consagrados da música brasileira, como Zélia Duncan, Cauby Peixoto e Wanderléa, interpretam os sucessos do artista, como Saudosa Maloca, Trem das Onze e Samba do Arnesto.

Um comentário:

  1. Já ouvi falar muito de Adoniran e já ouvi muitas músicas dele. Que ele seja lembrado para sempre.

    ResponderExcluir