31 de agosto de 2010

ESTÁDIO DO CORINTHIANS - 01

O estádio do Corinthians, que será anunciado oficialmente pelo presidente Andrés Sanches nesta terça-feira (dia 31), véspera do aniversário de 100 anos do clube, terá 48 mil lugares, mas já está preparado para ser ampliado para acomodar 70 mil torcedores e, assim, provavelmente ser utilizado como palco da abertura da Copa do Mundo de 2014 - a Fifa exige, para o jogo inaugural, uma arena com capacidade mínima para 65 mil.

Veja como será a tão sonhada casa do Timão, a ser construída no bairro paulistano de Itaquera. Corintiano, eis aqui o seu presente pelo centenário, já batizado popularmente de Fielzão.

O estádio será ao lado da estação Corinthians-Itaquera do metrô

A construção vai custar perto de R$ 350 milhões. Para ampliá-lo, será preciso investir mais R$ 180 milhões.

Quando ficar pronto, o Corinthians vai vender os direitos do nome do estádio para uma empresa.

O projeto prevê áreas livres para que os corintianos possam conviver nos dias de jogos.

Para ampliar de 48 mil para 70 mil lugares, o clube construirá mais cadeiras atrás dos gols.

As obras começarão em janeiro de 2011 e a expectativa é que o estádio esteja pronto até, no máximo, fevereiro de 2013 – podendo ser usado na Copa das Confederações. A área de 200 mil metros quadrados fica em Itaquera, reduto corintiano na zona leste da capital paulista, ao lado do local que hoje abriga um dos centros de treinamento do Alvinegro.

A capacidade inicial da arena é para 48 mil pessoas. Para sonhar com a abertura da Copa do Mundo, seria preciso ter 65 mil lugares. No projeto já está prevista a ampliação de mais 22 mil, chegando a 70 mil, com a instalação de cadeiras nos dois vãos livres localizados atrás dos gols.

O valor da obra está orçado entre R$ 300 e R$ 350 milhões e será custeado pela construtora Odebrecht. O Corinthians pagará a empresa com o naming rights (direitos do nome). Traduzindo: o Timão venderá o nome da arena para uma empresa e o que arrecadar com essa cessão repassará à Odebrecht. O que faltar para atingir o total, o clube terá dez anos para devolver à empresa.

FINALMENTE ESTÁ CHEGANDO O "DIA DE SÃO NUNCA"!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário