9 de setembro de 2010

COMEÇA A DEMOLIÇÃO DO TREME-TREME

O edifício São Vito, popularmente conhecido como Treme-Treme, localizado na região central de São Paulo, começa a ser demolido nesta quinta-feira (10).

Depois de disputas judiciais que se arrastam desde 2003, a administração municipal optou pela demolição tijolo a tijolo e não pela implosão, como idealizado inicialmente, devido ao risco de danos aos vitrais do Mercado Municipal, às construções do entorno, à avenida do Estado e ao próprio rio Tamanduateí.

A demolição, que engloba os edifícios vizinhos Mercúrio e Francisco Herreria, faz parte do processo de revitalização do parque D. Pedro 2º.


A prefeitura vai economizar cerca de R$ 3,3 milhões com a mudança de método. A empresa responsável tem cinco meses para colocar o prédio, de mais de 50 anos, no chão.

O Edifício São Vito foi projetado pelo engenheiro Aron Kogan e erguido pela Construtora Zarzur & Kogan. As obras começaram em 1954 e foram concluídas cinco anos depois. O terreno original tinha 784,17 metros quadrados. A arquitetura do prédio teve influência do modernismo e foi concebido como "solução" para o problema da moradia popular, embora também tivesse doze conjuntos comerciais. A estrutura é de concreto armado, com brises horizontais. Naquela época, era uns dos prédios mais imponentes da cidade de São Paulo. Três elevadores serviam originalmente o prédio. O último andar é uma área livre de 800 metros quadrados, que chegou a ser usada para eventos nos anos 1960.


Nenhum comentário:

Postar um comentário