6 de janeiro de 2011

MORRE LILY MARINHO

Dona Lily Marinho, viúva de Roberto Marinho, fundador das Organizações Globo, e Embaixadora da Boa Vontade da Unesco, morreu às 20h05 desta quarta-feira (5), aos 89 anos, de falência múltipla dos órgãos. Ela estava internada na Clínica São Vicente, na Gávea, Zona Sul do Rio, desde o dia 13 de dezembro, com infecção respiratória.

Filha de uma francesa e de um inglês, Lily Monique de Carvalho Marinho nasceu em Colônia, na Alemanha, mas foi criada na França. Em 1938, a beleza da jovem impressionava. Lily Monique foi miss Paris, aos 17 anos de idade. Foi em Paris que conheceu o primeiro marido, o empresário Horácio de Carvalho. Casou-se e adotou o Brasil como pátria. Com Horácio de Carvalho, teve um filho, Horacinho, que morreu num acidente de automóvel, aos 26 anos de idade. Tempos depois, adotou um menino, que lhe deu quatro netos.

Dona Lily e Roberto Marinho se conheceram em 1941. Quase 50 anos mais tarde, quando a reencontrou, já viúva, Doutor Roberto se lembrava de como ela estava vestida quando se encontraram pela primeira vez. Eles se casaram em setembro de 1991. Roberto Marinho tinha 86 anos, e Lily, 70. Quando Roberto Marinho morreu, em 2003, a cerimônia de despedida foi na casa do Cosme Velho. E foi lá que ela viveu até ser internada.

Quem deve ter ficado injuriado foi William Bonner, em férias do Jornal Nacional, que não pôde, mais uma vez dar a nota de falecimento de Dona Lily.

CHORA NÃO BONNER!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário