4 de janeiro de 2011

SEQUESTRO FRUSTRADO

Uma investigação da Polícia Federal revela detalhes de como o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, planejou, de dentro do presídio federal de segurança máxima de Campo Grande (MS), o sequestro de Luís Cláudio Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente Lula.

Fernandinho Beira-Mar
Discutido entre dezembro de 2007 e agosto de 2008, o sequestro foi evitado pela PF. As investigações indicam que o traficante pretendia negociar sua liberdade e a de outros presos --entre eles Marcos Hebas Camacho, o Marcola, chefe da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital)-- em troca da soltura do filho de Lula.

Marcola
A trama começou a ser investigada a partir de denúncia do traficante colombiano Juan Carlos Abadia, em janeiro de 2008. Na época, Abadia estava no presídio de Campo Grande, assim como Beira-Mar.

Abadia
O colombiano, segundo a polícia, decidiu delatar o antigo companheiro de presídio para negociar a transferência de sua mulher, presa em São Paulo, para outra instituição.

E A GENTE PENSANDO QUE ESTAVA A SALVO SÓ PORQUE ELES ESTÃO PRESOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário