6 de fevereiro de 2011

ROBERT KUBICA SOFRE ACIDENTE

O piloto de Fórmula 1 polonês Robert Kubica sofreu neste domingo (06) um grave acidente durante uma prova de rali "Ronde di Andora", realizado perto de Gênova, no norte da Itália. O piloto da Renault-Lotus, que está em coma induzido, sofreu traumatismos múltiplos. Os médicos, porém, descartaram a possibilidade de amputação de sua mão direita, como havia sido cogitado a princípio.

Na tarde deste domingo, o hospital avisou que Kubica será operado ao longo da noite com o objetivo de recuperar o movimento de uma de suas mãos. Foi acrescentado ainda que, embora a amputação tenha sido descartada, ainda é muito cedo para dar um prognóstico sobre a sua recuperação.

O piloto de 26 anos conduzia um Skoda Fabia que saiu da estrada em alta velocidade e bateu no muro de uma igreja. Kubica acabou sendo atingido por ferragens e, por isso, só conseguiu ser resgatado 90 minutos depois do acidente. Apesar dor graves ferimentos, ele saiu do local consciente e não corre risco de morte.

kubica maca acidente, resgate fórmula 1 (Foto: AFP)

Após sete horas de cirurgia, o médico Igor Rossello anunciou que a mão do piloto foi recuperada, mas que ele terá de ficar mais cinco dias em observação na Unidade de Tratamento Intesivo (UTI).

Contudo, o piloto terá um longo tratamento de recuperação e ficará de fora da temporada 2011. De acordo com os médicos, Kubica deverá levar um ano para voltar a estar 100%. Rossello também afirmou que o piloto poderá passar por outras cirurgias na mão caso seja necessário.

O polonês é conhecido por exigir em seus contratos de F1 que tenha permissão para participar de competições de rali, possibilidade vetada por equipes como Ferrari e McLaren. Ainda neste ano, a Renault não permitiu a presença do piloto em uma competição do gênero, uma vez que correria por um carro de outra montadora.

Com a incógnita que ainda é sua recuperação, as chances do brasileiro Bruno Senna - piloto reserva da Renault-Lotus - substituí-lo na temporada são grandes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário