2 de fevereiro de 2011

SÃO PAULO FASHION WEEK 2011 - MODA OUTONO/INVERNO - 06

Nesta terça (01) mais cinco desfiles deram continuidade a 30ª Edição da São Paulo Fashion Week.

A coleção outono-inverno 2011 Do Estilista levou à Bienal modelos como Carol Ribeiro, Isabella Fiorentino, Luciana Curtis, Ana Claudia Michels, Cássia Avila, Mariana Weickert e as gêmeas Carolina e Mariana Bittencourt.

Saias rodadas, calças de montaria, blusas de renda e macacão de poás.


A estilista Ana Salazar é a única estrangeira no line-up da SPFW. Originária de Lisboa, Portugal, ela é considerada uma das pioneiras da moda lusitana. Os olhos de Ana se voltaram para os pássaros e elementos que habitam as florestas centenárias da região central de Portugal, isso traduzido em camuflagens, peles, sarjas, musselines, perfectos e estampas com print naturalista. Golas volumosas, couro fosco, vestidos, calças skinny, leggings, looks coloridos em preto, verde, vermelho e castanho.


Eis que no quinto dia da SPFW, no terceiro desfile desta terça-feira, Fause Haten agita as estruturas fashion e transforma seu desfile em espetáculo de dança e performance.

Sapatos com saltos inusitados, transparência, brilho, pele, vestidos, bolsas e joias eram os elementos que caracterizavam as modelos-expectadoras.


Jefferson Kulig é conhecido pelo uso de tecidos tecnológicos e peças conceituais, sempre com um remate futurista. Para não perder sua característica mais evidente, Jefferson chamou a atenção com uma saia de aramado com silicone e rendas tecnológicas.

Pensando no estilo punk rock com uma pegada luxuosa, Jefferson fez vestidos em materiais como o couro e pele e algumas tachas. Com aparência simples, as peças foram confeccionadas a partir de materiais modernos e complexos.


Lino Villaventura é estilista ousado, lunático ao mesmo tempo, que mantém a lucidez em seu discurso de moda. Para o outono-inverno 2011, o estilista paraense decidiu sonhar e homenagear o próprio evento e seu mentor, Paulo Borges, com uma coleção que primou pela coragem em avançar por linhas pouco conhecidas. Linhas que Paulo Borges costurou ao longo destes 15 anos e Lino com seu poder inventivo.

Desconstruir o banal - era este o objetivo de Lino. Para isso, brincou com formas e volumes, recortes laterais, transparência, solados coloridos dos sapatos, luvas, bordados geométricos e gráficos. Um sonho, peças-desejos que contemplaram mulheres e homens. Inclusive um sapato vermelho feito em tafetá amassado é desde já uma das peças mais cobiçadas desta temporada.

A seda, Jersey de malha, tule, veludo, cetim coloridos em preto, petróleo, beterraba, vinho, chocolate, branco-gelo deram nervura aos tecidos ou perfeição as jaquetas Perfecto. Golas cobriam as cabeças e a ala final da apresentação remetia a elementos do Oriente.


Nesta quarta (02) acontecem os seguintes desfiles:
13h - Gloria Coelho
15h30 - João Pimenta
17h - Alexandre Herchcovitch (MEN)
18h30 - Fernanda Yamamoto
20h - André Lima
21h30 - Cavalera

A 30ª edição do São Paulo Fashion Week termina nesta quarta, 02 de fevereiro na Fundação Bienal São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário