31 de maio de 2011

CELULAR PODE CAUSAR CÂNCER

A OMS (Organização Mundial da Saúde) e a Agência Internacional para Pesquisa em Câncer (IARC. na sigla em inglês) vincularam nesta terça-feira (31) o uso de celulares com um "possível" risco de câncer cerebral em seres humanos.

As organizações anunciaram que os campos eletromagnéticos gerados pelas radiofrequências desse tipo de dispositivos são considerados "possivelmente cancerígenos para os humanos" e são classificados, por isso, na categoria "2B".

A OMS e a IARC basearam a decisão dessa classificação nas evidências obtidas sobre o impacto desses campos eletromagnéticos na origem dos gliomas, um tipo maligno de câncer cerebral.

Desde 1971, a IARC analisou mais de 900 agentes, dos quais 400 foram identificados como cancerígenos ou potencialmente cancerígenos para os seres humanos.

O grupo "2B" inclui os agentes com "evidência limitada de carcinogênese em humanos" e o "2A" aqueles que são "provavelmente cancerígenos" para os humanos. No primeiro grupo, o "1", a IARC inclui aos agentes com "evidências suficientes" que são cancerígenos para os seres humanos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário