16 de julho de 2011

FÓRMULA 1 2011 - MUDANÇAS - 01

O lucrativo negócio chamado Fórmula 1 pode estar perto de uma mudança drástica. Há muito mais em jogo que um troféu e um cheque polpudo: a futura propriedade do evento está em aberto.





A largada dessa disputa foi dada no primeiro semestre, quando o grupo News Corporation, controlado pelo magnata Robert Murdoch, e o grupo Exor, uma empresa de investimentos pertencente à família Agnelli, da Itália, já proprietária da Ferrari, manifestaram interesse em assumir o controle da Formula One Management (FOM), responsável pela exploração comercial da competição.

Pessoas mais próximas do projeto dizem que a News Corporation poderia fazer na Fórmula 1 o que fez no futebol inglês, transformado pela injeção de bilhões de libras esterlinas provenientes da venda dos direitos de TV. Se as equipes se alinharem com a Exor, poderiam receber mais dinheiro proveniente dos direitos de transmissão.

Mas há muitas dúvidas no ar. Os donos de equipe concordariam em ver outra equipe (Ferrari) ser dona do evento? A autoridade reguladora (FIA) permitiria que a F-1 saísse da TV aberta, como está estipulado em seu acordo comercial, para as TVs pagas na Europa e Ásia pertencentes ao grupo News Corporation? Os fãs continuariam seguindo a competição?

Os obstáculos são tão altos que alguns analistas acham que a News Corporation e a Exor não pretendem fazer uma oferta de verdade pela Fórmula 1 ao sócio majoritário, o grupo de investimentos britânico CVC Capital Partners. Na realidade elas estariam persuadindo as principais equipes da categoria a se retirarem da F-1 para formar um novo campeonato. Se as escuderias partirem para a criação de um novo campeonato, o valor do produto Fórmula 1 despencaria. Ele foi adquirido pelo grupo CVC, em 2006, por US$ 2,6 bilhões.

MAIS UMA MUDANÇA PARA DEIXAR A FÓRMULA 1 MAIS CHATA???

Nenhum comentário:

Postar um comentário