2 de julho de 2011

PACAEMBU PODE SER A NOVA CASA DO PEIXE

Com Corinthians e Palmeiras construindo seus estádios, a Prefeitura de São Paulo, preocupada, vê no Santos uma boa alternativa para que o estádio não vire um ‘elefante branco’ em 2014.

Segundo o jornal Estado de São Paulo, o secretário especial de Organização de Eventos de São Paulo, Walter Feldman, conversou com o presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, na última terça-feira sobre o uso do Pacaembu. E ficou animado com o que ouviu.

“Existe a disposição de colocar cada vez mais o Santos no Pacaembu. Para o estádio, também é interessante”, disse Feldman ao jornal.

Ainda de acordo com o secretário, Luis Álvaro tem planos de realizar no Pacaembu um em cada quatro jogos que o Santos seja mandante em 2011. A partir do próximo ano, essa relação será de um para três.

A Prefeitura corre atrás de um destino para o Pacaembu porque o aluguel que recebe para ceder o estádio em partidas de futebol serve para ajudar a pagar os altos custos de manutenção do estádio: R$ 12 milhões por ano.

Segundo o Estado, é cobrado 12% da renda bruta ou R$ 52,7 mil (jogos diurnos) e 15% ou 66 mil (jogos noturnos). Isso se o estádio estiver repleto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário