12 de novembro de 2011

BERLUSCONI RENÚNCIA NA ITÁLIA

O primeiro-ministro da Itália Silvio Berlusconi abandonou o cargo neste sábado (12) às 18h47 pelo horário de Brasília, após entregar a carta de renúncia ao presidente Giorgio Napolitano. A confirmação foi anunciada pela equipe do palácio presidencial do Quirinal.

Berlusconi disse no início da semana que deixaria o cargo de premiê após ficar claro que não possuía mais o apoio da maioria. Em reunião hoje no Gabinete, reunido com os outros ministros do país, o premiê confirmou a decisão.

O Parlamento italiano havia aprovado o pacote econômico de medidas de austeridade que abriu caminho para a saída do político italiano do governo e para a formação de um governo de emergência.

O político afirmou que ficou "sentido" por conta das vaias recebidas após a votação no Parlamento neste sábado. "Foi algo que me doeu profundamente", disse ele junto a dirigentes do partido de centro-direita Povo da Liberdade.

Mario Monti, ex-comissário europeu, é indicado como favorito para substituir o polêmico primeiro-ministro, que vinha enfrentando oposição de parte da população nos últimos meses.

A renúncia promete encerrar uma das eras mais escandalosas da história italiana pós-Segunda Guerra.


Nenhum comentário:

Postar um comentário