6 de novembro de 2011

MOTO GP 2011 - 18ª ETAPA - 02

Neste domingo (06), aconteceu o GP de Valência, na Espanha, última corrida da temporada 2011.

Casey Stoner liderou com tranquilidade boa parte da prova de Valência da MotoGP, até que, a poucas voltas do fim, Ben Spies se aproximou a ponto de os dois pilotos terem cruzado a linha de chegada praticamente juntos -- a diferença foi de apenas 0s015. O pódio foi completado por Andrea Dovizioso.

Com pista úmida, um acidente tirou quatro pilotos da prova logo na primeira curva. Álvaro Bautista perdeu a frente e iniciou a sequência de quedas de Randy de Puniet, Nicky Hayden e Valentino Rossi. Este foi o terceiro acidente do heptacampeão Valentino Rossi em três corridas consecutivas, encerrando um ano difícil para o piloto após sua mudança para a Ducati.

Esta foi a décima vitória de Casey Stoner na temporada. O título havia sido garantido já na etapa da Austrália e, ao fim de mais um ano, a tabela do campeonato ficou assim: Stoner em primeiro com 350 pontos, Jorge Lorenzo em segundo com 260 e, em terceiro lugar, Andrea Dovizioso com 228 pontos.

O prêmio de "novato do ano" ficou com Cal Crutchlow, quarto colocado na prova. Loris Capirossi, que fez sua última etapa antes da aposentadoria, terminou em nono.

Confira a Classificação Final do GP de Valência:
1º. Casey Stoner (AUS/Honda), 48min18s645
2º. Ben Spies (EUA/Yamaha), a 0s015
3º. Andrea Dovizioso (ITA/Honda), a 5s936
4º. Cal Crutchlow (ING/Tech 3 Yamaha), a 8s718
5º. Dani Pedrosa (ESP/Honda), a 9s321
6º. Katsuyuki Nakasuga (JAP/Yamaha), a 23s818
7º. Josh Hayes (USA/Tech 3 Yamaha), a 33s118
8º. Karel Abraham (TCH/Cardion Ducati), a 37s952
9º. Loris Capirossi (ITA/Pramac Ducati), a 48s953
10º. Toni Elias (ESP/LCR Honda), a 52s501
11º. Hector Barbera (ESP/Aspar Ducati), a 1min06s519
12º. Hiroshi Aoyama (JAP/Gresini Honda), a 1min08s760

Abandonaram:
Randy de Puniet (FRA/Pramac Ducati)
Alvaro Bautista (ESP/Suzuki)
Valentino Rossi (ITA/Ducati)
Nicky Hayden (EUA/Ducati)

A organização do Mundial de Motociclismo convidou os pilotos das três categorias, MotoGP, Moto2 e 125cc, que sairam do pitlane em conjunto e completaram uma volta na pista do circuito Ricardo Tormo, em Valência, em homenagem ao italiano Marco Simoncelli, morto há duas semanas em um acidente na etapa da Malásia. A celebração aconteceu neste domingo, logo após o warmup da MotoGP.

O norte-americano Kevin Schwantz, campeão mundial em 1993 pela Suzuki, foi o encarregado de liderar a marcha de motos a bordo da Honda RC212V de Simoncelli.

Ao concluírem a volta, os pilotos se reuniram com representantes das diferentes federações de motociclismo, membros do paddock e familiares do falecido na linha de chegada. Com as motocicletas estacionadas, foram disparados, durante dois minutos, os fogos valencianos, os “mascletà” – que se diferenciam dos fogos de artifício pelo alto ruído sonoro em vez da pirotecnia visual.

A organização da MotoGP também instalou um mural de 16 m de comprimento para que os fãs deixem mensagens de apoio à família e aos amigos e carinho pelo piloto italiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário