3 de janeiro de 2012

RALLY DAKAR - 02

Neste domingo (1º) foi dada a largada da terceira edição do Rali Dacar na América do Sul. A principal novidade é a inclusão do Peru no trajeto de quase 9.000 km que serão percorridos em 14 dias, começando na Argentina e passando pelo Chile.

No total, 472 veículos, dividido em quatro categorias assim distribuídas:
188 Motos
33 Quadriciclos
174 Carros
77 Caminhões
Nesta segunda-feira (02), os competidores disputaram a segunda etapa, entre as cidades de Santa Rosa e San Rafael., na Argentina.

Com um percurso mais longo, de 295km cronometrados, recheado por alguns obstáculos pelo caminho, enfim os favoritos ao título deram as caras na edição 2012 do Rally Dakar. No segundo dia da competição, os participantes enfrentaram um trecho rápido na primeira parte do dia, encontrando algumas dunas e um traçado mais sinuoso.
As características do trecho que passava pela região vulcânica do vilarejo de Sierra Nevada fizeram o espanhol Marc Comá, que busca seu quarto título, saltar para a liderança nas motos. Entre os carros, o campeão em exercício Nasser Al-Attiyah superou a estréia difícil e foi o melhor do dia, subindo de 38º para sexto na classificação geral. Uma posição à frente de Guilherme Spinelli, melhor brasileiro na prova.
Na categoria quadriciclos, sem representantes brasileiros, o polonês Lukasz Laskawiec venceu a etapa, mas não teve o resultado computado por usar um quadriciclo com potência acima da regulamentada. Assim, a liderança da competição permanece com o uruguaio Sergio La Fuente, ganhador do primeiro dia, que chegou a 1m37s do polonês e foi o primeiro a ter seu tempo computado. O segundo mais bem colocado do dia foi o argentino Alejandro Patronelli, atual campeão do Dakar, que ocupa a mesma posição na classificação geral.
Entre os caminhões, os holandeses continuam dando as cartas. Depois do domínio de Marcel Van Vliet no primeiro dia, a vitória nesta segunda etapa ficou com o trio liderado por Gérard De Rooy, que havia ficado com o segundo lugar no dia anterior, e que desta forma alcançou a liderança.


O caminhão da equipe brasileira, guiado por André Azevedo, que neste ano comemora sua 25ª participação num Rally Dakar, ganhou uma posição em relação ao primeiro dia. Ao lado do compatriota Maykel Justo e do tcheco Jaromir Martinec, André completou a especial desta segunda-feira a 25 minutos do vencedor, em 14º lugar – mesma posição que ocupa no geral.

A terceira etapa da prova, que será disputada nesta terça-feira, será entre as cidades de San Rafael e San Juan, ainda em solo argentino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário