11 de fevereiro de 2012

CASO ELOÁ - JULGAMENTO - 01


Começa nesta segunda-feira (13), às 9h, no Fórum de Santo André, no ABC Paulista, o julgamento de Lindemberg Alves Fernandes, de 25 anos, acusado de matar a ex-namorada Eloá Pimentel em 2008.


A previsão é que o júri dure até três dias, segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). Sete jurados vão ser sorteados entre 25 que deverão comparecer ao tribunal, e eles vão decidir se o réu é culpado ou inocente.

Ao todo, 19 testemunhas foram convocadas, sendo 14 de defesa e cinco de acusação. Entre as testemunhas de defesa, estão quatro peritos criminais, um advogado, o delegado de polícia que acompanhou o caso na ocasião, os seis jornalistas e dois policiais militares do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), que participaram das negociações.

Segundo a promotora, Lindemberg será julgado por 12 crimes, entre eles o assassinato de Eloá, a tentativa de assassinato da estudante Nayara, amiga da vítima, e a tentativa de homicídio do sargento da PM Atos Antonio Valeriano.

O julgamento pode ir até as 21h no primeiro dia, segundo o advogado assistente de acusação, José Beraldo.
 
A pena pode ir de 50 a mais de cem anos de prisão, segundo a promotora. Pela legislação do país, no entanto, nenhuma sentença pode ser superior a 30 anos.

O auditório tem 182 lugares no total, divididos entre parentes, integrantes do Ministério Público, juízes do TJ-SP, a imprensa e o público interessado. O julgamento é aberto, de acordo com Beraldo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário